Menu

sexta-feira, 5 de março de 2010

O OSCAR E O TRIBUNAL DE CRISTO

O Oscar e o Tribunal de Cristo
PR Isaias Oliveira Soares
Todos os anos as atenções do mundo são sirecionadas para o TEATRO KODAK,na cidade de Los Angeles (EUA) para a cerimônia do Oscar, oportunidade em que é entregue o mais cobiçado troféu do mundo do cinema aos que mais se destacaram no ano anterior em catergorias como ator,atriz,diretor(realizador) ou cineasta,fotografia,música,roteiro (ou argumento) e melhor filme.Os vencedores são escolhidos po um colegiado de mais de 5.800 membros votantes da Academia,de diversas nacionalidades.A cerimônia de entregue é vista ao vivo na televisão por milhões de pessoas em todo planeta.
Fiquei pensando no que Bíblia diz sobre o TIBUNAL DE CRISTO.
O QUE É TRIBUNAL DE CRISTO?

Todos os salvos, após o arrebatamento, comparecerão diante do Redentor, ocasião em que haverá uma avaliação do que fizemos ou não fizemos; uns receberão louvor; outro censura: "Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal" (2 Co 5.10).
Quem julgará: Cristo, o Justo Juiz (Jo 5.22; Is 33.22).
Quem será julgado: todos os salvos, sem exceção. Romanos 14:10-12 diz: “Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo... De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.” II Coríntios 5:10 nos diz: “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.” No contexto das duas Escrituras, é claro que se referem aos cristãos, não aos não-crentes. O Tribunal de Cristo, desta forma, envolve crentes dando contas de suas vidas a Cristo. O Tribunal de Cristo não determina salvação; esta foi determinada pelo sacrifício de Cristo em nosso lugar (I João 2:2), e nossa fé Nele (João 3:16). Todos os nossos pecados são perdoados e nunca seremos condenados por eles (Romanos 8:1). Não devemos olhar para o Tribunal de Cristo como Deus julgando nossos pecados, mas sim como Deus nos galardoando por nossas vidas. Sim, como dizem as Escrituras, teremos que dar conta de nossas vidas. Parte disto é, certamente, dar conta pelos pecados que cometemos. Entretanto, este não será o foco principal do Tribunal de Cristo.

No Tribunal de Cristo, crentes são recompensados tomando-se por base o quão fielmente serviram a Cristo (I Coríntios 9:4-27; II Timóteo 2:5). As coisas pelas quais seremos julgados serão provavelmente o quão fielmente obedecemos à Grande Comissão (Mateus 28:18-20), o quão vitoriosos fomos sobre o pecado (Romanos 6:1-4), o quão bem controlamos nossa língua (Tiago 3:1-9), etc. A Bíblia fala dos crentes recebendo coroas por diferentes coisas com base em quão fielmente serviram a Cristo (I Coríntios 9:4-27; II Timóteo 2:5). As várias coroas são descritas em II Timóteo 2:5; II Timóteo 2:4-8; Tiago 1:12; I Pedro 5:4 e Apocalipse 2:10. Tiago 1:12 é um bom resumo de como devemos pensar no Tribunal de Cristo: “Bem-aventurado o homem que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.”


O que é o OSCAR ?
O Oscar é o mais famoso e cobiçado troféu do mundo do cinema. É entregue anualmente em cerimônia no Teatro Kodak, na cidade de Los Angeles (EUA) aos que mais se destacaram no ano anterior em categorias como ator, atriz, diretor (realizador) ou cineasta, fotografia, música, roteiro (ou argumento) e melhor filme. Os vencedores são escolhidos por um colégio de mais de 5.800 membros votantes da Academia, de diversas nacionalidades. A cerimônia de entrega do Oscar é vista ao vivo na televisão por milhões de pessoas em todo o planeta.
Concorrem ao prêmio todos os filmes apresentados durante pelo menos uma semana em no mínimo três cinemas do distrito de Los Angeles no ano anterior à cerimônia, e os membros da Academia indicam os cinco selecionados para a escolha final dentro de sua própria categoria (atores indicam atores, diretores indicam diretores etc). Após a seleção dos cinco finalistas em cada categoria, todos os membros votam e elegem um dos indicados (ou nomeados) ao prêmio em suas respectivas modalidades.
Kodak Theatre, o local da cerimônia de entrega dos Oscar
O Oscar em si – cujo nome oficial é Prêmio de Mérito da Academia – é uma pequena estatueta de 35 cm de altura pesando quase quatro quilogramas, feita de estanho folheado a ouro de catorze quilates, em forma de um cavaleiro sobre um pedestal no formato de um rolo de filme, com uma espada de cruzado atravessada verticalmente no peito. Seu valor real é de cerca 200 dólares, mas seu valor simbólico é incomensurável, pelo prestígio profissional e popular que concede ao premiado e pelo faturamento que pode dar a um filme.
Concebida em 1929 pelo diretor de arte Cedric Gibbons e pelo escultor George Stanley, não sofreu mudanças até hoje, nos 80 anos em que já foi entregue. Apenas durante a Segunda Guerra Mundial foi confeccionada em gesso pintado com tinta dourada, devido ao esforço de guerra americano na época, que procurava racionar todos os tipos de metal. Após o conflito, os agraciados com estes Oscars tiveram seus prêmios trocados pela estatueta original.
A versão mais popular e conhecida para o nome dado ao careca dourado, é a que concede a autoria dele à secretária-executiva da Academia, Margareth Herrick, que ao vê-lo comentou que a pequena estátua parecia muito com seu tio Oscar, comparação ouvida por um jornalista presente no momento, que a publicou em seu jornal. Outra versão dá conta que a atriz Bette Davis o teria apelidado assim, dado a semelhança da estatueta com seu primeiro marido. De qualquer modo o apelido pegou de tal maneira que hoje – e há muitos anos - é o nome pelo qual o Academy Award ou Prêmio da Academia é conhecido mundialmente.
Há muitas curiosidades em torno da preemiação do OSCAR. Escolhi algumas das referidas pélo Wikipedia, ei-las:


Curiosidades

• O valor de um Oscar pode ser faraônico. Num leilão em 1993, a estatueta ganha pela atriz inglesa Vivien Leigh em 1940, como melhor atriz pelo filme ...E o vento levou, foi arrematada por 562 mil dólares.
• Em toda a história da premiação, houve apenas dois empates: em 1933 Wallace Beery (The Champ) e Fredric March (O Médico e o Monstro) dividiram o prêmio de melhor ator. Em 1969 foi a vez de Barbra Streisand (Funny Girl) e Katharine Hepburn (O Leão no Inverno) dividirem o de melhor atriz. Na época, era considerado empate um resultado que desse uma diferença de até três votos entre os mais votados. Hoje, o empate se tornou muito mais difícil porque o número de votos precisa ser rigorosamente igual.
• Walt Disney tem o maior número de indicações ao Oscar de todos o tempos: 64.
• Dois grandes atores já recusaram o prêmio desejado por tantos: George C. Scott e Marlon Brando. Scott, premiado por Patton, avisou antes que não aceitaria se ganhasse, porque não acreditava em competição entre atores. Ganhou assim mesmo e não aceitou receber. Brando, que já havia sido premiado em 1955 por Sindicato de Ladrões e aceitou, mandou uma índia de nome Sacheen Little Feather representá-lo na entrega dos prêmios de 1973, que lhe deu o segundo Oscar por O Poderoso Chefão. Sacheen subiu ao palco na hora do anúncio da vitória de Brando – feito por Liv Ullman e pelo então novo 007, Roger Moore - recusou o prêmio em nome dele e enfureceu a platéia e o público televisivo, com um discurso escrito pelo ator contra a opressão sofrida pelo índio norte-americano. Tempos depois, descobriu-se que a "índia" era na verdade uma dançarina do Texas que acabou posando para a revista Playboy.
• A mais jovem vencedora de um Oscar foi a pequena Tatum O'Neal, filha do ator Ryan O'Neal, que aos dez anos recebeu o premio como atriz coadjuvante no filme Lua de Papel, de 1974. A segunda mais jovem, a canadense Anna Paquin, só pôde assistir ao próprio filme cinco anos após sua produção. O filme O Piano, em que ela ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante, era proibido para menores de dezesseis anos e ela só tinha onze.
• A atriz Meryl Streep é a recordista de indicações ao prêmio, com 16 no total, desde 1979. Venceu duas vezes: como melhor atriz coadjuvante por Kramer versus Kramer, em 1980, e como melhor atriz por A Escolha de Sofia, em 1983.
• Ben-Hur, Titanic e O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei, são os filmes mais " oscarizados ", conquistaram, onze estatuetas cada um.
Faço votos que meu amigo internauta esteja lá para participar deste GRANDE OSCAR celestial, para receber a sua recompensa de párte daquele que disse:” COMIGO ESTÁ O MEU GALARDÃO PARA DAR A CADA UM SEGUNDO A SUA OBRA”. Jesus. Amém.
Fonte: Wikepédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário